Notícias


Suicídio em crianças e adolescentes

A multiartista Danni Suzuki ministrou a palestra intitulada “Comunicação Humanizada” no dia 4 de abril. O evento foi organizado pela Câmara de Comércio Brasileira no Japão (CCBJ). Na oportunidade, ela alertou sobre a alta no índice de suicídios entre crianças e adolescentes.

 

Cerca de mil crianças e adolescentes, na faixa etária entre 10 e 19 anos de idade, cometem suicídio no Brasil a cada ano, de acordo com a série histórica levantada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) entre 2012 e 2021. O dado se baseia em registros do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde conforme a Agência Brasil.

 

"O que mais mata adolescente no mundo é o suicídio”, lamentou ela, alertando para os pais terem o controle sobre o acesso dos jovens diante da tecnologia. “Se para os adultos filtrar um conteúdo de qualidade diante da tecnologia está difícil, imagina para as crianças que passam cerca de seis horas por dia conectados”, enfatizou.

 

Para a artista, é preciso resgatar valores humanos. “Os filhos são o espelho dos pais. Eles observam atentamente os pais. É muito importante que você tenha momentos individuais com seus filhos, viaje com cada um individualmente. Se você tem dois filhos, dedique um final de semana exclusivamente para um deles. Ao invés de carregar nas suas mãos o celular diante de seus filhos, experimente carregar um livro para onde você vai. Ele vai copiar o seu exemplo”, falou.

 

De acordo com a palestrante, pequenas atitudes têm grandes efeitos. Um sorriso, um elogio, um abraço podem mudar um pensamento e uma decisão de uma pessoa, que estava prestes a desistir de viver.

 

Danni Suzuki é atriz, escritora, apresentadora, diretora, roteirista e palestrante.

 

Reportagem e foto: Neide Hayama

Data publicação = 2024-04-09

Educação é investimento

A psicóloga Kyoko Nakagawa (foto) ministrou palestra online durante o Fórum de Educação da AEBJ.

 

Mais de 50 pessoas participaram do evento online. Uma das perguntas mais frequentes foi sobre a criança limítrofe. Isso não significa criança com autismo.

 

De acordo com a psicóloga, é preciso entender que a criança limítrofe tem dificuldade de aprendizado. Mesmo que o professor explique três vezes pode ser que a criança não consiga compreender o significado. “A criança acaba sendo cobrada e tem auto-estima baixa. Ela se sente excluída”, destacou. Assim, a psicóloga indica terapias adequadas para tratar de criança limítrofe.

Data publicação = 2024-03-27

AEBJ realiza Fórum de Educação

A Associação das Escolas Brasileiras no Japão (AEBJ) realizou o Fórum de Educação. O Cônsul-Geral do Brasil em Nagoia, Luís Fernando Abbott Galvão, falou que “o tema escolhida é importante para a comunidade brasileira e que o Consulado acompanha com interesse iniciativas que visam aperfeiçoar o jovem brasileiro”. O Cônsul-Geral do  Brasil em Hamamatsu, Aldemo Garcia, disse que o papel das escolas brasileiras é importante e pediu para aumentar a carga horário do ensino do idioma japonês.

 

Na oportunidade, a psicóloga Kyoko Nakagawa abordou o tema “Desenvolvimento Infantil”. O evento foi online.

 

Kyoko explicou que se a criança não consegue acompanhar o ritmo da escola, é preciso verificar o motivo e não simplesmente colocar numa sala especial. Incentivar o vocabulário nas conversas do dia-a-dia e não se limitar a resumir tudo usando o verbo fazer são alguns dos passos.

 

Ela também destacou que brincar faz parte da educação. Com os jogos, segundo ela, a criança desenvolve a coordenação motora, aprende a ter espírito de grupo, respeitar regras e tolerar frustração se perder. “O jogo faz estimulação cognitiva, física, emocional e social”, ressaltou. 

 

A AEBJ agradece a participação de todos.

 

Assista ao vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=fy4fbEtHGG4

 

Data publicação = 2024-03-27

Fórum de Educação

A AEBJ (Associação das Escolas Brasileiras no Japão) realizará o Fórum de Educação das Escolas Brasileiras no Japão online. O evento tem como objetivo discutir e promover melhorias no setor educacional. Será no dia 9 de março, das 9 às 12h.

 

Na primeira parte da programação, haverá palestra com a psicóloga Kyoko Nakagawa aberta a todos e gratuita, das 9h às 10h. O tema será “Desenvolvimento Infantil”. A palestra é para fornecer orientação para quem convive com crianças brasileiras no Japão. 

 

A psicóloga Kyoko acompanha as crianças brasileiras há muito tempo. Ela faz parte do Projeto Kaeru, que oferece suporte para crianças que retornaram do Japão ao Brasil e têm alguma dificuldade de aprendizado. É um projeto de inclusão de crianças em escolas públicas do Estado de São Paulo. O projeto oferece um trabalho de intervenção psicológica, social, psicopedagógica, de acompanhamento e de reforço escolar às crianças do ensino fundamental da rede pública de educação. São atendidas cerca de 70 crianças por ano.

 

Na segunda parte, das 10h às 12h, o evento será somente para representantes de escolas associadas da AEBJ. Haverá apresentação do trabalho realizado pelas escolas brasileiras sobre “o ensino da língua japonesa” e  “os esforços realizados pelas escolas sobre o tema saúde e higiene”.

 

O presidente da AEBJ, Walter Saito, considera importante a participação das escolas. “A união fortalece os nossos objetivos em prol da educação “, salienta. O Fórum de Educação é realizado pela AEBJ todos os anos. No ano passado, a AEBJ sugeriu ao governo japonês para que crianças matriculadas em escolas brasileiras no Japão também pudessem fazer o mesmo exame de saúde praticado em escolas públicas japonesas. 

 

Representantes do MEXT (Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia) também estão previstos em participar do evento.  

 

Data: 9 de março de 2024

Horário: das 9h às 12h

Formato: on-line Zoom

 

Inscrição para a palestra com Kyoko Nakagawa: https://forms.gle/7uinMCbiXmF6Fxav9

 

 

Realização: AEBJ

Apoio: Embaixada do Brasil em Tóquio, Consulado-Geral do Brasil em Tóquio e Mitsui 

Data publicação = 2024-03-05

AEBJ vai realizar Fórum de Educação

A AEBJ vai realizar o Fórum de Educação no dia 9 de março no formato online. Na oportunidade, os representantes das escolas brasileiras vão discutir melhorias para o funcionamento das unidades de ensino.

 

A psicóloga Kyoko Nakagawa também vai ministrar palestra para os diretores e professores de escola.

Data publicação = 2024-02-23

Inteligência Artificial e educação

O site da Revista Exame traz artigo sobre o impacto da Inteligência Artificial na educação. O IA como é conhecido pode auxiliar o professor com conteúdo. Para o aluno, é uma forma de preparar os jovens para o futuro.

 

Mas o artigo também destaca o cuidado para incentivar o pensamento crítico do aluno. 

 

Leia mais aqui: https://exame.com/bussola/educacao-inteligencia-artificial-pode-otimizar-rotina-pedagogica-de-instituicoes-de-ensino/

 

 

Fonte: Exame 

Data publicação = 2024-02-23

Seminário do MEXT em português

Conhecimentos básicos sobre alergias e intoxicações alimentares que todos os professores e funcionários devem saber.

Data e horário: 5 de março de 2024 (quinta-feira), das 16:00 às 17:00
https://hsfs.mext.go.jp/pt/seminar/240305_pt/

*Interpretação em português disponível.
*Posteriormente os arquivos serão transmitidos também em inglês.

Público-alvo: A todos os relacionados a Escolas de Estudantes Estrangeiros
(são bem-vindos também, os relacionados a governos locais, ‘organizações
como NPO (Organizações Sem Fins Lucrativos) e pais ou responsáveis).


No seminário, a especialista em saúde e higiene escolar explicará de forma fácíl sobre
"Conhecimentos básicos sobre alergias e intoxicações alimentares que todos os professores e funcionários devem saber".

Aceitamos suas perguntas com antecedência pelo formulário de inscrição.
Aguardamos sua participação.
*Devido à limitação de tempo, não podemos prometer que iremos responder todas as perguntas.

Em caso de qualquer outra dúvida, por favor, entre em contato com a secretaria (hsfs@mediphone.jp).
Agradecemos a compreensão e colaboração.

Secretaria da Plataforma de Saúde e Higiene Escolar Estrangeira do Ministério
da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia (mediPhone, Inc.)
Site: https://hsfs.mext.go.jp/
E-mail: hsfs@mediphone.jp

Data publicação = 2024-02-07

Estudante brasileiro tem 16 medalhas em olimpíadas científicas

O estudante Alexandre de Andrade de Almeida tem apenas 16 anos, mas já acumula uma série de conquistas em sua jornada acadêmica. A mais recente foi ter alcançado nota máxima (958,6) na prova de Matemática e suas Tecnologias no Enem 2023. Ele acumula 73 medalhas em olimpíadas científicas no Brasil e no exterior.

 

Alexandre tem autismo em grau leve. O sonho dele é ser médico.

 

Saiba mais aqui: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2024/01/18/estudante-de-16-anos-que-acumula-73-medalhas-em-olimpiadas-conquista-nota-maxima-de-matematica-no-enem.ghtml

 

 

Fonte: G1

Data publicação = 2024-02-05

Jogos Escolares serão realizados em Shizuoka

Os Jogos Escolares Brasileiros no Japão (JEBRA) serão realizados no dia 20 de abril, em Shizuoka. A realização é da NPO Sorriso de Criança, com o apoio do Consulado-Geral do Brasil em Hamamatsu.

 

É um evento esportivo voltado para a comunidade brasileira. Os jovens vão participar de competições de tênis de mesa, vôlei, atletismo, futebol e xadrez.

 

Homepage: https://jebrajapao.com/home/

Data publicação = 2024-02-05

Guia para estudar universidade no Brasil

A AEBJ prestou apoio para elaborar o guia Estudar no Brasil divulgado pelo Consulado-Geral do Brasil em Tóquio.

 

É um guia de ingresso no sistema de educação técnica e superior para brasileiros que moram no Japão.

 

Tem dicas sobre os caminhos de ensino depois de terminar o Ensino Médio, como ingressar numa universidade no Brasil, etc.

 

Mais detalhes aqui: https://www.gov.br/mre/pt-br/consulado-toquio/toquio-arquivos/estudar_no_brasil.pdf

Data publicação = 2024-01-22
1 2 3